Acorrente-se!



Neste segundo semestre de 2021, acorrente-se ao meu novo romance!

Para você que estava em pânico e roendo as unhas que vem fazendo em casa, acalme-se. Não apenas estou escrevendo um post novo, quentinho para a sua pessoa, como tenho novidades trepidantes só pra você. Eita que hoje tem! Chega junto, amora, porque a partir de agora vamos nos acorrentar ao meu novo romance, O Contrato! Bora começar pela capa? Sinta os calores, amora! Eu curti demais.




E esse título com subtítulo, Rosa, que diabo é isso? Seguinte. Vamo combiná que “O Contrato”, puro e simples é um título enigmático. Funciona, é claro, porque dá conta da mola mestra da história, que é um... (acertou quem cantou a pedra), CONTRATO. Mas também podia ser contrato de qualquer coisa, e não o contrato de servidão sexual, que é o que é. Sem falar, meus amores, que o diabo é sábio porque é velho, né? E não, não estamos falando do delicioso diabinho de O diabo no fundo da sala. Estou falando de mim mesma, a diabona que já sabe de velha que o tema da servidão sexual e do BDSM já estão mais do que batidos nesse mundão de romance adulto, que se cria por aí. Portanto, a capa também precisava mostrar pra você que temos um pouco mais do que chicotes e algemas para oferecer. Daí o subtítulo: O Dominador, a Insubmissa e o Mordomo! Uia. Capturei a sua curiosidade? Que bom, amada, porque se você já está curiosa, o próximo passo é esperar que você se abane. Que tal conhecer a SINOPSE? Eu se fosse você buscava o leque... Só acho.


SINOPSE. Kárita está sem saída. Completamente endividada e cuidando de uma tia doente, não vê outra alternativa a não ser aceitar a indecorosa proposta de Tobias Alvoretto. Para ajudá-la a salvar sua única fonte de renda, uma doceria localizada na turística Zermatt de Minas, ela precisa assinar um contrato de servidão sexual. Por dois meses, o tempo de vigência do contrato, ela será sua propriedade e deverá satisfazer todos os seus desejos e vontades. Além disso, a menos que Tobias permita ou esteja presente, não poderá ficar sozinha com nenhum outro homem, a não ser Juarez, o simpático mordomo gay que prepara as submissas para os encontros sexuais de Tobias. O que nenhum dos três esperava, é o reencontro de Kárita e Juarez. O amor que viveram no passado, vai virar aquele contrato de pernas para o ar, trazendo à tona uma avalanche de sentimentos e desejos reprimidos. Quanto tempo pode durar um segredo?



Abalei Paris? Bom, se abalei as suas convicções, amora, já estamos nos entendendo. A principal premissa no meu novo romance é apresentar uma história de amor em que nada parece o que é. Bem a pegada da Rosa. Você, que acompanha o meu trabalho, sabe que as reviravoltas estão presentes em todos os meus livros. Quem não conhece, fica a dica. De Mar de Desejo, passando pelo O diabo no fundo da sala à Apenas por Hoje, ali, na esquina do “não dito”, sempre aparece uma surpresa, embora ela já esteja presente, acenando pra você, desde a primeira página. Adooooooro!


Mas, o que diferencia O Contrato das demais obras? Bom, neste novo romance, amora, vamos testar nossos limites. A ideia é perceber que, além da sexualidade ser espaço de liberdade e não se conformar em etiquetas, o amor pode acontecer nas mais diferentes formas... e números! Então, aperte os cintos. Ou melhor, as correntes. No segundo semestre de 2021, você já tem uma nova diversão garantida.

E até lá, Rosa? Ora, amada, na próxima semana, vou te revelar, aqui no Blog, o primeiro capítulo de O Contrato! E enquanto “seu lobo não vem”, o que não falta nos meus livros já publicados, é diversão, né?


Ah. E lembra: tá curtindo a prosa? Então, amora, deixe seu coraçãozinho, comente e compartilhe nas suas redes sociais. A escritora te agradece demais da conta e, acredite, o mundo também!



Beijoooooooos da Rosa

e até a próxima prosa!





Posts recentes

Ver tudo

Dom Tobias